9.2.10

concordo enfaticamente

com esta análise na qual se afirma que "a opinião, em Portugal, se deixou barricar entre os que são contra o eng. Sócrates (e usam tudo para o atacar) e os que o defendem a todo o custo (e usam tudo para o justificar)".
e confesso discretamente as dificuldades morais e políticas (se é que não são exactamente as mesmas) que tenho sentido, a nível pessoal e subjectivo, em escapar a este absurdo clima maniqueísta fomentado pela gritaria barata dos Media e pela silenciosa transformação, no parlamento, dos "partidos da oposição" na Oposição.

1 comment:

Note: only a member of this blog may post a comment.