29.4.10

área útil

contratos, acções, procurações, imóveis, arrendamentos, áreas brutas, brutalidades, fiadores, despejos, obras, obras, obras, agulhas e seringas, tacos, processos judiciais, ikea, pladur, processos emocionais, remax e mais remax e novamente remax, estudo comparativo de mercado, prédios, apartamentos, obras coercivas, obras, dobras, sobras. andaimes, jaimes, senhora aida e dona zaida. advogados, contabilistas,  iva, adse (com e sem), multicare, dores de dentes, desvitalização, confusão, cocktail anti-depressivo, estimulante cerebral, olcadil, metropolitano linhas de todas as cores, enjoos matinais, cansaços e outros arregaços. faqueiro, trem mas de cozinha, copos, gliropos, chávena e caneças. serviços, anúncios, renúncios, prenúncios, expressos da rede expresso, medições e cortinados. sufás de cama sem cama, em módulos, com cadeira longa, braço à esquerda, nódoas negras, pernas inchadas, colestorel, o mundo, o coma, a cama, o nascituro, o moribundo, o bebe velho, são miguel, preservativos ao papa, kick me pró adriano, pintura interior, bichas de chuveiro, bichos, encorajamento positivo.
se não são os 300 metros quadrados anda lá muito perto.

5 comments:

  1. que susto, gv querida! apetecia-me ensinar-te se pudesse a dizer brrr, que a vida é curta, etc. etc... conta cagente, quand même, pra tudo o que a gente puder.
    brrr

    ReplyDelete
  2. a vida é de facto curta para tanta área inútil. e eles a insistirem na útil...

    ReplyDelete
  3. útil, inúltil - tudo é no fim igual. viva viver, enquanto é. depois não há.
    brrr

    ReplyDelete

Note: only a member of this blog may post a comment.