2.3.10

acronia

não espanta ouvir dizer que a música é a mais sensual de todas as artes, aquela que mais directamente engaja as nossas emoções. o eros da música fluindo e evoluindo, movendo-se, evolvendo-se, devolvendo-se, envolve-se connosco numa relação física, imediata e directa. diferentemente das outras artes, a música não é um objecto - como a aguarela ou o edifício; a música não é um sequer um som ou uma configuração de sons; a música é-me sempre uma experiência no corpo, venha ela por deliberação ou por acaso. 

4 comments:

  1. O último som não é o fim da música. se a primeira nota está relacionada com o silêncio que a precede, então a última tem de estar relacionada com o silêncio que lhe sucede. a música é um espelho da vida, porque ambas começam e acabam no nada.quando desperta em mim uma emoção estou dentro e fora do tempo.e Busoni chamou-lhe ar sonoro

    ReplyDelete
  2. This comment has been removed by a blog administrator.

    ReplyDelete
  3. O poder da música assenta na sua capacidade de falar a todos os aspectos do ser humano - o animal, o emocional, o intelectual, e o espiritual. Em suma, a música ensina-nos que está tudo ligado. E eros está meu meu corpo

    ReplyDelete

Note: only a member of this blog may post a comment.