3.2.10

partidas e chegadas: (ou o último exame de uma licenciatura)

- como é que era zé? senhora, partem tão tristes meus olhos...?
- ...por vós, meu bem.
- sim... e o resto?
  que nunca tão tristes vistes
  outros nenhuns por ninguém...
  tão tristes, tão saudosos,
  tão doentes da partida,
  tão cansados, tão chorosos,
  da morte mais desejosos
  cem mil vezes que da vida.
  partem tão tristes, os tristes,
  tão fora de esperar bem
  que nunca tão tristes vistes
  outros nenhuns por ninguém.
é isso. tão bonito. e tão triste.

2 comments:

  1. Só para continuar em sintonia contigo esta poesia do cancioneiro é a única que ainda hoje diria de cor

    ReplyDelete
  2. não te respondi. aqui.

    ReplyDelete

Note: only a member of this blog may post a comment.