9.1.10

T: o império dos silêncios


calo-me como tu te calavas 
e calo o que tu calavas. 
o silêncio pode tornar-se num calo.


No comments:

Post a Comment

Note: only a member of this blog may post a comment.