12.12.11

ro(n)da

ando muito à roda.
sinto-me por vezes como um cão (se deve sentir) a farejar o seu território.
não tenho é a intenção de fazer xixi em canto algum.

No comments:

Post a Comment

Note: only a member of this blog may post a comment.