12.1.11

perdidos e achados

não tenho sido capaz, nos últimos tempos, de encontrar, no vulgar, a glória. dia após dia, cada dia por viver me tem aparecido como se fosse um dia já vivido - a manhã cedo a saber a fim de tarde, a tarde cansada e gasta como uma noite mal dormida, as noites cegas por um branco de néon (felizmente as lâmpadas económicas lançaram já uma nova gama, redentora, de luz amarela), que ao quotidiano remove todo mistério e sedução.
até hoje.

3 comments:

  1. eh lá, então é isso!? e eu, teu brrr fiel (ou ±), que te julgava em glória(s) perdida/achada e por isso sem tempo para nos falar/escrever! mas olha que tu não és praí nenhuma gé das dúzias, até porque à dúzia é barato demais para alguém como tu - penso eu de que. e amanhã, já amanhã, é dia 13.
    brrr

    ReplyDelete
  2. que pena não ter sabido de desassossego mais cedo pois teria desassossegado contigo. assim vim sossegada para baixo. onde cheguei a uma noite GLORIosa!

    ReplyDelete
  3. eu já apaguei o blog da casa e mesmo assim é esta identidade que o blogspot insiste em atribuir-me. não sei como me livrar dele...

    ReplyDelete

Note: only a member of this blog may post a comment.