27.6.10

solitária (des)ventura

num deserto atulhado de gordas caixas de cartão (no interior das quais repousa uma casa inteira por montar), de latas de tinta e de rolos e de trinchas, de magras caixas de cartão (imported from italy) no interior das quais permanece uma canalização-promessa de água transparente, entre uma porta meia feita e uma outra por fazer, ainda é uma sorte alguém poder escrever diga lá minha menina quantas portas vêm a ser...

2 comments:

  1. isso é cenário antigo, sonho ou angustiante realidade' desta vez espero mesmo que seja... virtual.

    ReplyDelete
  2. a realidade na sua mais dura e crua actualidade.

    ReplyDelete

Note: only a member of this blog may post a comment.