9.5.10

o salto

nada como estes três belos carapanitos bem assados no carvão, a pele escura e grossa de sal, 
como a textura áspera das rochas, a carne mais branca e saborosa do que a própria espuma 
do mar, para reduzir às suas pequenas proporções o mundo dos seguros e das baterias no
qual, durante grande parte do dia, julguei que me estava a afogar.

3 comments:

  1. É sempre com estas imagens que sinto a saudade dessa varanda onde nunca estive e quereria entrar num salto para a luz e donde só se pode regressar para o escuro

    ReplyDelete
  2. espero-te sempre no mesmo lugar.

    ReplyDelete
  3. like ur writing style..it's the real deal. just keep on writing...

    ReplyDelete

Note: only a member of this blog may post a comment.