17.5.10

ai fône da minh' alma

objectivamente, o meu um iPhone é o bloco, o lápis e a borracha que trago sempre comigo. 
subjectivamente, ele é o meu urso de peluche (coisa que nunca tive), uma chucha, ou uma fralda bem madurinha: mesmo sem novos podcasts para ouvir não passo uma noite sem o ter na cama comigo.  dantes mantinha-o debaixo da almofada, ultimamente meto-o, ao peito, por baixo do édredon, mesmo junto ao coração.

No comments:

Post a Comment

Note: only a member of this blog may post a comment.