5.10.10

uma vez aprisionada,


a minha grande ave
parece ter-se transformado
num pequeno réptil
com penas de madeira
colorida

3 comments:

  1. Agora que vejo onde ficará colocada esta grande ave, onde havia uma ventoinha, espero que ela venha adicionar mais propriedades mentais, literárias e poéticas à sua dona. A ventoinha fazia girar o ar, será que a ave fará girar a dona? Sua sagnipas

    ReplyDelete
  2. in need, badly, da tua opinião. a ave, de pernas para o ar, metamorfoseou-se num réptil, fantástico ainda, na minha opinião. (já me dói o pescoço de estar sempre a olhar para cima numa contemplação permanente do bicho). ora sentada à mesa, ora no divã da janela, ora na cadeira de lona. só quando passo no corredor o vejo sem torcicol. extasiada sempre.

    ReplyDelete
  3. Realmente parece que tudo começou com os répteis mas alterar a natureza da ave, que é voar, e pô-la em voo invertido, é como fixá-la, para mim é uma percepção que perturba a constituição de ser ave. ainda por cima obriga a torcer o pescoço, só vendo.

    ReplyDelete

Note: only a member of this blog may post a comment.